A Culpa é das Estrelas (The Fault in Our Stars) por John Green

a_culpa_e_das_estrelas culpa_estrelas

5 estrelas

“Sem dor, como poderíamos reconhecer a alegria?” Segundo Hazel Grace essa é uma afirmação estúpida – “… a existência do brócolis não afeta de nenhuma forma o sabor do chocolate.” Através de uma menina linda e incrivelmente inteligente acompanhada por Augustus Waters em uma estrada de infinitos inimagináveis, John Green nos faz discutir e repensar coisas a muito aceitas como verdades absolutas, convenções sociais e discursos que demostram não se importar com aqueles aos quais estão sendo direcionados.

“Without Pain, How Could We Know Joy?” According to Hazel Grace that´s stupid – “…the existence of broccoli does not in any way affect the taste of chocolate.” Through a beautiful and stunningly smart girl joined by Augustus Waters on a road of unimaginable infinites, John Green makes us argue and rethink things long accepted as holly truths, social conventions and speeches that don’t really care for those who actually are directed at.

Sinopse
“Hazel é uma paciente terminal. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante — o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos —, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas.
Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A culpa é das estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar.”
infinitos

Orgulho e Preconceito (Pride & Prejudice) por Jane Austen

jane-austen-pride-and-prejudice-quotes-i12

“Grande parte das vezes é a nossa própria vaidade que nos ilude.” Jane Austen


5 estrelas

Uma história atemporal, daquelas que te faz refletir sobre sociedade, sobre comportamentos como vaidade e orgulho, que te faz pensar em amizade, em família, em amor. O cenário pode não ser moderno e tecnológico, as tradições podem não ser as mesmas, mas é inquestionável como é palpável a evolução do ser humano, ou melhor a falta de evolução com relação aos sentimentos e pensamentos humanos. Ate onde você levaria o seu orgulho e ideias pré-concebidas?

Na telinha, dirigido por Joe Wright e adaptado por Deborah Moggach, estrelado pela incrível Keira Knightley que deixa nossa querida Lizzie ainda mais apaixonante ou nas paginas diretamente das mãos de Jane Austen, Orgulho e Preconceito vai marcar sua vida e Mr. Darcy invadirá seus sonhos.

Sinopse
“O romance retrata a relação entre Elizabeth Bennet (Lizzy) e Fitzwilliam Darcy na Inglaterra rural do século XVIII. Lizzy possui outras quatro irmãs, nenhuma delas casadas, o que Sra. Bennet, mãe de Lizzy, considera um absurdo. Quando Sr. Bingley, jovem bem sucedido, aluga uma mansão próxima da casa dos Bennet, Sra. Bennet vê nele um possível marido para uma de suas filhas. De fato, ele parece se interessar bastante por Jane, sua filha mais velha, logo no primeiro baile em que ele, as irmãs e o Sr. Darcy, seu amigo, comparecem. Enquanto Sr. Bingley é visto com bons olhos por todos, Sr. Darcy, por seu jeito frio, é mal falado. Lizzy, em particular, desgosta imensamente dele, por ele ter ferido seu orgulho na primeira vez em que se encontram. A recíproca não é verdadeira. Mesmo com uma má primeira impressão, Darcy realmente se encanta por Lizzy, sem que ela saiba do fato. A partir daí o livro mostra a evolução do relacionamento entre eles e os que os rodeiam, procurando apresentar também, desse modo, a sociedade do final do século XVIII.”

Pride and Prejudice by Jane Austen

5 stars

A transcended story, the kind that makes you think about society, about behaviors such vanity and pride, makes you think of friendship, of family, of love. The setting may not be modern and technological, traditions may not be the same, but it is unquestionable how palpable is the human evolution, or rather the lack of progress in regard to human conscious and feelings. How far would you take your pride and preconceived ideas?

On the screen, directed by Joe Wright and adapted by Deborah Moggach, starring the amazing Keira Knightley letting our dear Lizzy even more captivating or in the pages directly from the hands of Jane Austen, Pride and Prejudice will mark your life and Mr. Darcy will invade your dreams.

1310096707672890

Virgin River by Robyn Carr

virgin river
5 estrelas

Todo mundo merece uma segunda chance na vida, então por que não no amor! Virgin River é uma linda história de uma alma machucada que encontrou seu caminho à um coração amoroso e nada egoísta. Em um lugar com nenhum outro, é possivel que uma encontre o caminho para o perdão? Este foi o meu primeiro livro da Robyn Carr, mas certamente não foi o último. Infelizmente não tivemos a honra de ter essa serie Virgin River traduzida para o português, mas se você estiver com coragem de tirar o inglês do armário, esse é um bom motivo. Com uma linguagem moderna para uma historia atual o vocabulário é bastante acessível.

Everybody deserves second chances in life, so why not in love?! Virgin River is a beautiful story of a broken soul that found its way to caring and giving heart. In a place like no other can a person find it’s way to forgveness.This was my first book of Robyn Carr, it certainly not my last.

Sinopse
“Wanted: Midwife/nurse practitioner in Virgin River, population six hundred. Make a difference against a backdrop of towering California redwoods and crystal-clear rivers. Rent-free cabin included.

When the recently widowed Melinda Monroe sees this ad, she quickly decides that the remote mountain town of Virgin River might be the perfect place to escape her heartache, and to reenergize the nursing career she loves. But her high hopes are dashed within an hour of arriving: the cabin is a dump, the roads are treacherous and the local doctor wants nothing to do with her. Realizing she’s made a huge mistake, Mel decides to leave town the following morning.

But a tiny baby, abandoned on a front porch, changes her plans…and former marine Jack Sheridan cements them into place.”

Inferno por Dan Brown

inferno 5 estrelas

Através de uma jornada de intensas emoções, Dan Brown nos leva brilhantemente ao lugar que menos esperamos. Você está pronto para enfrentar a sua consciência? Vá com Robert Langdon a um mar de bela arte, cultura e História incrível, apenas vamos todos torcer para que ele chegue ao proclamado destino de Dante ….

Through a journey of intense emotions, Dan Brown brilliantly takes us to a place were we least expect. Are you ready to face your on consciousness? Go with Robert Langdon to a sea of fine art, culture and incredible history, let’s all just hope he makes it to Dante’s proclaimed destination….

Sinopse
“No meio da noite, o renomado simbologista Robert Langdon acorda de um pesadelo, num hospital. Desorientado e com um ferimento à bala na cabeça, ele não tem a menor ideia de como foi parar ali.
Ao olhar pela janela e reconhecer a silhueta do Palazzo Vecchio, em Florença, Langdon tem um choque. Ele nem se lembra de ter deixado os Estados Unidos. Na verdade, não tem nenhuma recordação das últimas 36 horas.
Quando um novo atentado contra a sua vida acontece dentro do hospital, Langdon se vê obrigado a fugir e, para isso, conta apenas com a ajuda da jovem médica Sienna Brooks.
De posse de um macabro objeto que Sienna encontrou no paletó de Langdon, os dois têm que seguir uma série inquietante de códigos criada por uma mente brilhante, obcecada tanto pelo fim do mundo quanto por uma das maiores obras-primas literárias de todos os tempos: A Divina Comédia, de Dante Alighieri.
Mais uma vez superando as expectativas, Dan Brown nos leva por uma viagem pela cultura, pela arte e pela literatura italianas – passando por lugares como a Galleria degli Uffizi, o Duomo de Florença e a Basílica de São Marcos.

Inferno é uma leitura eletrizante e um convite a pensarmos no papel da ciência para o futuro da humanidade.”

Belo Desastre (Beautiful Disaster) por Jamie McGuire

belo_desastre 3.5 estrelas

Uma mocinha diferente. Como uma fiel leitora feminina, eu normalmente eu me apaixono pelo mocinho, mas dessa a vez a Abby roubou a cena, do inicio ao fim o livro me captou. A Abby que é a personagem principal é muito diferente das personagens de outros romances dessa categoria, elas são em geral excessivamente inseguras e pensam muito mais que do deveriam sem motivo aparente. Jamie conseguiu trazer uma realidade diferente para uma historia comum. Então nos deparamos com uma garota cheia de conflitos, que anseia por carinho, mas com pé no chão, ela não é uma simples donzela em perigo ou uma mocinha com medo do amor. E um rapaz imperfeito, um bad boy lindo como muitos outros mas ao mesmo tempo diferente de todos os outros Travis é cheio de surpresas, inseguranças e realismo, não posso dar mais detalhes por seria spoilers, e deixo claro que sou contra spoilers em resenhas. Mas posso dizer que é uma jornada que vale a pena.

Sinopse
“Abby Abernathy é uma boa garota. Ela não bebe nem fala palavrão, e tem a quantidade apropriada de cardigãs no guarda-roupa. Abby acredita que seu passado sombrio está bem distante, mas, quando se muda para uma nova cidade com America, sua melhor amiga, para cursar a faculdade, seu recomeço é rapidamente ameaçado pelo bad boy da universidade. Travis Maddox, com seu abdômen definido e seus braços tatuados, é exatamente o que Abby precisa – e deseja – evitar. Ele passa as noites ganhando dinheiro em um clube da luta e os dias seduzindo as garotas da faculdade. Intrigado com a resistência de Abby ao seu charme, Travis a atrai com uma aposta. Se ele perder, terá que ficar sem sexo por um mês. Se ela perder, deverá morar no apartamento dele pelo mesmo período. Qualquer que seja o resultado da aposta, Travis nem imagina que finalmente encontrou uma adversária à altura. E é então que eles se envolvem em uma relação intensa e conturbada, que pode acabar levando-os à loucura.”

Beautiful Disaster by Jamie McGuire

3.5 stars

A different girl. As girly girl, I usually I fall in love with the male character, but this time Abby stole the show, from beginning to end the book caught me. Abby is a very different main character from other novels of this category, these type of girl are generally insecure and think too much of everything. Jamie managed to bring a different reality for a quite common history. We came across a girl full of conflicts, who craves affection, but with a solid ground, she’s not a simple damsel in distress or a girl afraid of love. And then we have the boy, an imperfect beautiful bad boy like many others but at the same time different from all others. Travis is full of surprises, insecurities and realism, I can’t give more details because that would be spoilers, and I am totally against spoilers in reviews. But I can say that it is a journey worthy of your attention.

Synopses
“The new Abby Abernathy is a good girl. She doesn’t drink or swear, and she has the appropriate number of cardigans in her wardrobe. Abby believes she has enough distance from the darkness of her past, but when she arrives at college with her best friend, her path to a new beginning is quickly challenged by Eastern University’s Walking One-Night Stand.

Travis Maddox, lean, cut, and covered in tattoos, is exactly what Abby wants—and needs—to avoid. He spends his nights winning money in a floating fight ring, and his days as the ultimate college campus charmer. Intrigued by Abby’s resistance to his appeal, Travis tricks her into his daily life with a simple bet. If he loses, he must remain abstinent for a month. If Abby loses, she must live in Travis’s apartment for the same amount of time. Either way, Travis has no idea that he has met his match.”